• Banner   Setembro Amarelo
  • Audiência Pública do Plano Diretor no Iririú
  • 200929 contas saude
  • 210930 planos quadrimestrais banner
  • Audiência Pública do Plano Diretor na Nova Brasília
  • Audiência Pública do Plano Diretor no Boehmerwald
Imprimir
PDF

Revisão do Plano Diretor: moradores do centro-norte pedem melhorias na mobilidade

Publicado em Notícias - Audiências Públicas

Plano Diretor

A audiência pública para discutir a revisão do Plano Diretor de Joinville (PLC 61/2018) foi o programa da noite de sexta-feira (10) para mais de 40 moradores da região centro-norte da cidade. No encontro, realizado no salão da Paróquia Divino Espírito Santo, no Costa e Silva, a melhoria no trânsito da região foi a principal reivindicação do público. A revisão do Plano Diretor possibilita modificações nas regras e instrumentos do desenvolvimento de Joinville.

A reunião no Costa e Silva foi a terceira de oito previstas para que a população possa opinar sobre a revisão do Plano Diretor. A ideia dos vereadores é realizar uma audiência pública em cada região das subprefeituras de Joinville. Desta vez, o objetivo era ouvir o posicionamento de moradores dos bairros América, Anita Garibaldi, Atiradores, Bom Retiro, Bucarein, Centro, Costa e Silva, Glória, Saguaçu, Santo Antônio e Zona Industrial Norte.

Na abertura da reunião, o presidente da Comissão de Urbanismo, Diego Machado (PSDB), explicou aos presentes que a última vez que Joinville revisou o Plano Diretor foi no ano de 2008, e que há necessidade legal de revisão a cada 10 anos. O vereador também registrou que as restrições da pandemia da covid-19 não permitiram a realização das audiências públicas em 2020.

Relator do projeto em Urbanismo, Wilian Tonezi (Patriota) também se pronunciou antes das manifestações do público. Ele comentou sobre a importância da participação da população para nortear a revisão da lei e usou como exemplo a proteção das nascentes do rio Cachoeira, que nasce justamente no bairro Costa e Silva e corta a área central da cidade. “O que a gente quer? Vamos apontar para onde?”, questionou o relator.

Tonezi também citou que, mesmo após a audiência pública, os moradores ainda podem contribuir com apontamentos pelo e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. , criado justamente para ser um canal de comunicação entre a população e os vereadores.

Mobilidade

A abertura de novas vias para o tráfego de veículos e a pavimentação de ruas já existentes foram pautas bastante defendidas pelos público presente. O presidente da Associação de Moradores do Bom Retiro, Milton Gregório, afirmou que irá protocolar pedidos nas comissões da CVJ. A duplicação da avenida Santos Dumont, no trecho da via que atravessa o Bom Retiro, foi a principal demanda de Milton.

Henrique Deckmann (MDB) defendeu a reivindicação dos moradores. O vereador analisou que “Joinville paga um alto preço por tanta rua sem saída” e, na opinião dele, “é impossível continuar assim”.

O assunto motivou a participação do presidente da CVJ, Maurício Peixer (PL). O vereador informou que já existe recurso para as desapropriações e afirmou que a Santos Dumont terá a duplicação executada.

Peixer também falou sobre a pavimentação da rua dos Suiços, que liga o Costa e Silva ao bairro Vila Nova. De acordo com o parlamentar, essa obra também sairá do papel. Neto Petters (Novo) acrescentou que a obra já teve a licitação realizada, mas um entrave judicial ainda não permitiu o início dos trabalhos.

A questão da rua dos Suíços também foi apontada pelo morador Juca Jaraceski. Ele avaliou a obra como importante para desafogar o trânsito da rua Quinze de Novembro e também para dar mais qualidade no trajeto, que, segundo ele, deixa a população “comendo poeira”.

O representante do Movimento Pedala Joinville, Cezar Gomes, também comentou sobre a importância dessa pavimentação. Cezar comentou sobre a necessidade de que este projeto e também a duplicação da rua Dona Francisca sejam concebidos com a implantação de uma via para bicicletas. “Deixo o recado para pensar na bicicleta como meio sustentável em todos os bairros, principalmente nas novas vias que estão sendo projetadas”, agregou.

Outras demandas

O espaço para manifestação também foi usado para reclamações. Morador do Costa e Silva, Gilmar Tomazzi pediu melhorias nas calçadas do Parque Linear da rua Vice-prefeito Luiz Carlos Garcia e reclamou do acúmulo de entulho no terrenos dos fundos da residência dele. Quem também trouxe cobranças foi o presidente da Associação de Moradores do Parque Douat, Lourenço Zanin, que defendeu melhorias na iluminação pública e a instalação de academias da terceira idade.

Já a representante do Conselho de Segurança do Costa e Silva, Tatiane Steil, pediu maior transparência da CVJ, especialmente sobre o Plano Diretor e a revisão. Ela justificou que “a população precisa estar ciente sobre o que está acontecendo no bairro”. Os vereadores justificaram que justamente a realização da audiência pública cumpre o papel de transparência e de ouvir os cidadãos.

Participaram da reunião os vereadores Maurício Peixer, Diego Machado, Wilian Tonezi, Neto Petters, Henrique Deckmann, Brandel Junior (Podemos), Erico Vinicius (Novo) e Nado (Pros).

Mais reuniões

Aventureiro, 14 de setembro, às 19h30, no Centro de Artes e Esportes Unificados do Aventureiro, que fica na rua Santa Luzia, 955. Bairros envolvidos: Aventureiro, Jardim Paraíso, Jardim Sofia, Vila Cubatão, Zona Industrial Norte (parte) e Vigorelli (área rural).

Paranaguamirim, 15 de setembro, às 19h30, na Paróquia Santa Luzia, que fica na rua Monsenhor Gercino, 6767. Bairros envolvidos: Adhemar Garcia, Fátima, Guanabara, Jarivatuba, João Costa, Morro do Amaral (área rural), Paranaguamirim e Ulysses Guimarães.

Iririú, 27 de setembro, às 19h30, na Sociedade Alvorada Joinville, que fica na rua Iririú, 1073. Bairros envolvidos: Boa Vista, Comasa, Espinheiros (área urbana e rural), Iririú, Jardim Iririú e Zona Industrial Tupy.

Nova Brasília, 4 de outubro, às 19h, na Igreja Santa Clara, que fica na rua Francisco de Souza Vieira, 842. Bairros envolvidos: Morro do Meio (áreas urbana e rural), Nova Brasília e São Marcos.


Texto
Jeferson Luis dos Santos
Foto
Mauro Artur Schlieck
Edição
Felipe Faria

Notícias Relacionadas


Se você quer fazer uma correção, sugestão ou crítica, envie um e-mail para Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. .

Portal da Transparência

Você pode acompanhar toda a prestação de contas da Câmara de Vereadores de Joinville por meio dos menus ao lado. Para mais informações, com base na Lei de Acesso à Informação, utilize o e-mail.

transparencia@cvj.sc.gov.br